Umbanda-candomblé

Nkanda – Dicionário

Nkanda – Dicionário

Gramática Bantu

Pesquisa Tata Koneji

Letras

H: A letra H tem som aspirado, meio parecido com a letra R .
Ex: Holywoody   (Roliúdí)  – Hamster( Rãmister )  –  Home teatre  ( Rometiatre).

S: A letra S em kimbundu, nunca tem o som de Z como acontece em alguns casos na língua portuguesa, e também no kimbundu nunca se usa dois esses (SS), pois a letra S por si só sempre faz o som de SS.
Ex: Kisímbi (quissímbi), Kasánje (cassánje). Misánga  (missánga).

R: A letra R em kimbundu sempre tem o som de “r” fraco, parecido com o que nós empregamos em Maria, padaria, etc…
Ex: Kuria  –  Tata ria Nkísi  – Riángu.

G: A letra G tem sempre som parecido ao nosso “Gue” ou “GUI” e nunca tem som de J.
Ex: Pángi  (Pángui), Kamuséngénge (camussénguéngue), Gangéla (Ganguéla).

No Kimbundu, quando aparece a letra G seguida da letra U
(Gue), sobre-sai a letra U como usamos no português com trema.
Ex: Minanguê (Minangüe),

J: A letra J nunca é substituída pelo G, portanto todas as palavras que usam Ja, Je, Ji, Jo, Ju, usam a letra J.

Y: A letra Y algumas vezes tem som da letra H, e em outras situações tem som da letra  i.
Ex. com som de H: Ménya (ménha) – Dinyánga (dinhánga)

Mais adiante explicarei como e quando se usa a letra  Y  com o som da letra  i .

C: Dificilmente se usa esta letra, na maioria dos casos a letra C é substituída pela letra  K.

Q: Substitui-se  pela letra  K.

T: Algumas vezes também é substituída pela letra  K.

N: Muito usado no kimbundu para iniciar palavras, A letra N dentro do dialeto kimbundu tem som nasal meio parecido com “IN” ou “UN”.
Ex: Nkosi (incôssi) – Nzó (inzó) – Ndúmba (indúmba), no Brasil puxa-se mais para o lado do “IN”, enquanto na África é mais puxado para o “UN”

D:  A letra D  muitas das vezes é trocada pela letra R , e vice versa .
Ex: Kudia // Kuria – Ngódiamámbu // Ngóriamámbu .

W:  A letra W muitas das vezes tem som de U .
Ex: Mwana Nkísi .

O kimbundu nunca termina com consoantes, como em alguns casos usamos no Brasil  (R – S – M – Z – L – etc.),  existem muitas poucas exeções em que o kimbundu termine com a letra  Y.

As palavras ou frases são sempre terminadas em vogais. (A – E – I – O – U)
Ex: Zango ceado Nzámbi // Escute a palavra de Deus

Nkísi azã noió nabá rikúngo // Santo é certeza e razão)

Unketi makámba azã apelejí // Meu amigo é sacerdote

Sobre o acento  (Til) no kimbundu, falarei também mais a frente.

O plural em kimbundu nunca termina com S, como no português, por exemplo: plural de Ndanji é Jindánji, plural de Hamba é Mahámba, plural de Nkísi é Jinkísi ou ainda, Akíxi que é plural de Mukixi.

Há ainda outros prefixos usados no kimbundu para colocar palavras no plural.
Ex: A –  MI  –  I  –  MA  –  MATÙ  –  MAÚ  –  TÚ

Sobre estes, estou preparando um trabalho de como e quando se empregam.

Os diminutivos não são usados como no português, no kimbundu usa-se a sílaba KA antecedendo a palavra.
Ex: diminutivo de Ndénge é Kandénge,  diminutivo de Mundóngu é Kamundóngu,  diminutivo de Mutue  é Kamutuê, e por aí em diante.

Os aumentativos no kimbundu,  podem ser feitos colocando após a palavra escrita,   a palavra  ionene.

Também se usa o prefixo  Ki antecedendo a palavra , para dar o aumentativo.
Ex: Hinos ionene:  Casarão, (Casa Muito espaçosa).
Mutue ionene:  Cabeção, (Cabeça grande).
Mituê: O mesmo sentido acima.
Kimbiji: Peixão, (Peixe grande).

Trago esses esclarecimentos a fim de contribuir para que muitos possam ler e pronunciar algumas coisas da chamada língua mãe do país de Angola, o Kimbundu.

Kimbundu Português
 Seu, Si – Pron. possessivo
A Eles – Pron. pessoal prefixo
Agô Licença
Aiélo Energia do ar
Ajô Cumprimento especial para Nkisi e Kuxikama
Akan Pano usado no peito – com laço (mulheres)
Akiese Alegre
Akobó Elemental
Akulo (PL.:Bakulo) Ancestral
Aluvunu Falso(a)
Ami Meu, Mim – Pron. possessivo
Anga Ou, então
Antomi Saboroso
Contra ponto do plexo solar – nas costas, entre as espátulas
Auetu! Assim seja!
A-Um-Imita-Nkini Protetor das grávidas
Awa Espírito da Terra
Axaxí Centro – Meio
Baná Ali
Banda Alto – Elevado
Benguê Objetos representativos
Binga (enu binga Katende) Imploro – peço – rogo – (nós imploramos Katende)
Bongolola (Ongolola) Recolhimento
Boté Centros de captação de energia (Chacras)
Bundu Fruta
Diaki Diiaki (PL.:Maiaki) Ovo
Diala (Diiala) Homem, Masculino
Dianga Bambu
Dibamba Fortuna
Dibanda Chuva forte
Dibanga (PL.:Mabanga) Ostra
Dibengu Rato
Dibilu Viramento (Santo)
Dibitu Porta
Dibuba Cachoeira
Dibuku Onda
Dibutu Abundância
Dieji Luar (Luz da Lua)
Diembe (PL.:Madiembe) Pombo, Pomba
Diesu (PL.:Mesu) Olho
Difubu Abacaxi
Dihonjo Banana
Diiaki (PL.:Maiaki) Ovo
Dijina Nome, Apelido
Diju (PL.:Maju) Dente
Dikanda Palmeira
Dikanu Boca
Dikende (PL.: Makende) Pão de milho (Bolo de Milho)
Dikota (PL.:Makota) Ancião – Primeiro na ordem de sucessão – o mais velho – o maior
Dikulo (PL.:Makulu) Espírito Antepassado
Dikundu Aro
Dilamba (PL.:Malamba) Prova
Dilanga (PL.:Malanga) Testículos
Dilenga Coroa (Rei – Rainha)
Dilenge Argola Pequena – Aro (idé)
Dilesu Lenço
Dilonga (PL.:Malonga) Prato, Bacia
Dilonga (PL.:Malonga) Prato
Dilulu Sabor amargo
Dilunga Pulseira – Argola (brincos)
Dima-ndondo Morcego
Dimatekenu Princípio, começo, início
Dimba (PL.:Madimba) Perigo
Dingi Mais, Outra vez
Dinhángua (PL.:Manhángua) Aboboreira
Dinhota Sêde
Disa (PL.: Masa) Milho
Disanga (PL.:Masanga) Ânfora, Pote
Ditama Face – rosto
Ditanga (PL.:Matanga) Abóbora
Ditókua Cinzas
Dítui (PL.:Mátui) Orelha
Diunda Arco
Divumu Abdome
Dixisa Esteira
Dizuika Pedra de amolar
Dukila Depenar
É Teu, Ti – Pron. possessivo
Ê Seu, Si – Pron. possessivo
Ê ngana! Ó Senhor! (Deus-Nkisi)
Ebá Despacho
Ebófia Erisipela
Ebuku Arroz branco feito no azeite
Ebulu Mudo
Efuku Moita
Eie Tu – Pron. pessoal absoluto
Éie Olá!
Eká Oferenda a Pambujila
Ekaia (PL.:Makaia) Folha
Ekanda Nação
Ekikila Mamão
Ekonzo Pulseira de palha
Eme Eu – Pron. pessoal absoluto
Ene Eles – Pron. pessoal absoluto
Enu Vós – Pron. pessoal absoluto – Vosso – Pron. possessivo
Enza Mundo
Esamunu (Kikongo) Profecia
Etadí (PL.:Matadí) Pedra
Eté Guloseima
Etu Nós – Pron. pessoal absoluto – Nosso – Pron. possessivo
Euindu (PL.:Mauindu) Bicho de pé
Evumbi Morto
Ezandu Mercado (Kasanji)
Ezundu Sapo
Filá Roupa de Palha
Fuá (Kikongo) Morte
Fukama Anoitecer
Fukulula Explicar ou desvendar o obscuro
Fulu-kialoki Sabão da Costa ( ao pé da letra: sabão mágico)
Fuluma Abafar
Funda Saco ou cesto de ocultista (para guardar os Buzios)
Fundama Apodrecer
Fundanga Pólvora
Fundu Acampamento
Giame Guia de contas
Hai (PL.:Jihai) Chinelo – Sandalha
Haka Poça
Haxi Doente
Hima Macaco
Hojí Leão
Holongo Antílope
Hondo Cabra
Hongolo Arco-íris
Hulukuku Comida servida em rituais de óbito
Humba Vasilha
Iaísa Apimentar
Iamuenhu Vivo
Iatetama Lua nova
Imbamba Ferragem
Ímbia Panela
Imbua Cão
Imóxi Único
Ingo Leopardo, Onça
Inji Mosca
Inzo Casa
Ioela Banho
Iparubó (Kasanji) Imolação
Iuná (PL.:Ianá) Aquele, Aquela
Iungo Energia da terra
Ixí Terra
Izô Energia do fogo
Jakuna Triturar grãos com pedras, para fazer pó
Jena Urina
Jikama Cicatrização
Jiluvia Ervilha
Jindemba Trançar os cabelos
Jinsambu Oração
Jinzebu Musgo
Jula o mesu Abrir os olhos
Kabakata Puro
Kabanda Adjunto – Auxiliar de Ebá
Kabila Pastor
Kabiribiri Cachorro – Cadela
Kafuzu Aldeão
Kahondo Cabrito – Cabrita
Kaijoko Periquito
Kalunga Mar
Kalungangombe Profundezas (além túmulo)
Kama Triturar raízes e ervas para tirar o sumo
Kamba Amigo
Kambundo Auxiliar (Cambono)
Kambuta Anão
Kamuenhú Espiritual
Kamutuê Coroa (cabecinha)
Kana! Não!
Kanga Apertar
Kangombe Novilho – Novilha – Bezerro – Bezerra
Kankúlu Cova rasa
Kasanji Frango – Franga
Kasau-sau Urtiga
Katinga Mau cheiro nas louças de assentamento
Katula Marcas ritualísticas
Kaxaxí Exterior – Fora
Kazola Primeiro filho feito (Vovó)
Keba Varejeira
Kene Sem
Kenguluka Afastar o mal
Ki Quando
Kiá
Kiabolo Podre
Kiaíba Mal
Kiala (PL.:Iala) Unha
Kialenguluka Prestes
Kialoki Mágico
Kialu Cadeira
Kiama Animal
Kiambají Exterior
Kiambote-mbote Precioso
Kiambu Preparação
Kiamene Três dias depois da ngolela
Kiana Caçar
Kianda Sereia
Kiangangama Azedo
Kiangu (PL.:Iangu) Erva
Kiankulu Muito antigo
Kiaola Amargo
Kiasema Puro
Kiatanganga Santo que vem junto (adjuntó)
Kiavoka Absurdo
Kiazaílua Apto – Preparado
Kiba Pele
Kibabu Afago
Kibasu Acha de lenha
Kibota Atoleiro
Kibukidilu Abano – Abanador
Kibulukutu Azar
Kidi Verdade
Kidikuatesa Amparo
Kidiuanu Aparição
Kiekelela Entrega – Acompanhar na dança (Santo)
Kienza Limpeza
Kifu Aborto
Kifuba Osso
Kifutu Prenda
Kifuxi Exército
Kihondo Bode
Kihundu Batizado
Kihuze Pavão
Kiiala Entidade
Kijandanda Aranha
Kijijidiku Exigência
Kijila Abstenção, Proibição
Kikasú Corda feita de cipó
Kikete Ouro
Kiketi Aço
Kikolo Sabugo de milho
Kikóue Vitória
Kikuanga (PL.:Ikuanga) Pão de mandioca
Kikuma Ódio
Kikungu Esponja
Kikutu Mistério
Kilembe Árvore da vida (sagrada)
Kiloko Maldição
Kilombo Aldeia, cidade
Kilumba Moça
Kiluminu Trovoada
Kilupu Ventania
Kima Coisa
Kimbanda Mago – Curandeiro
Kimbangi O que recebe o iniciado a cada passo da Nkenda
Kimbele Punhal
Kimbinda Vasilha de pele para água
Kimbulu Varicela
Kimbungu Lobo
Kimenga Dia dedicado às oferendas
Kiná Aquilo
Kinama (PL.:Inama) Perna
Kinanu Puxador
Kinda Cesto
Kindala Agora
Kinene Muito
Kinene-nene Absoluto
Kingongo Varíola
Kinguadi Perdigão
Kini Azul
Kinjila Avestruz
Kinsari Pantera
Kintombo Abril (mês das chuvas)
Kipata Misticismo
Kipelepelalu Preparativos, Preparação
Kipepumunu Vela
Kipokó Facão
Kirila Alforje (Nkongobila)
Kirima Vegetal
Kirimbú Mistura
Kirirí (PL.:Marirí) – Kirirí uá nxi = Colchão de ervas Colchão
Kisadí Trepadeira
Kisakidilu Agradecimento
Kisala Pena, Pluma
Kisama Tocha, archote
Kisekele Areia
Kisongo Corte no cabelo na kamutuê
Kisuko Ilha de rio ou lago
Kisukú Extremo
Kisula Mulher estéril
Kisumbe Ingredientes
Kita Feixe, Molho
Kitadi Dinheiro
Kitanda Praça – Mercado – Feira
Kitelembú Coberto
Kitololo Arrependimento
Kitonda Aplausos
Kitoto Chaga
Kitu Ânfora
Kitují Outubro (mês das flores)
Kitulu Flor
Kituxi Crime
Kiuabesu Ornamento
Kiuéie Aurora
Kiumba Alma penada
Kixaxi Palha
Kixikinu Aprovação
Kixiluanda Pirão com peixe
Kiximanu Homenagem
Kixiriximba Erva de Santa Maria
Kizelu Honestidade
Kizenzu Balde
Kizola (Nkenda = Kikongo) Amor
Kizúa Dia
Kolo Crânio
Kolombolo Galo
Kombo Agricultor
Kondé! Basta!, Chega!
Kota Mais velho(a)
Kotelele Muito acima, muito superior
Kua Pelo, Por
Kuana Cortar o cabelo
Kuateso Ajuda
Kubalumuka Erguer-se – Levantar-se
Kubalumuna Acordar – Despertar
Kubana Dar
Kubana Dar – Entregar
Kubanda Subir
Kubanda Subir – Galgar – Trepar
Kubanga Fazer
Kubangika Abandono
Kubatalala Abaixar-se
Kubeka Trazer
Kubelesela Obediência
Kubeza Adoração
Kubilula Virar
Kubinga Implorar – Pedir – Rogar
Kubolama Ajoelhar-se
Kubonga Aspergir
Kubongolola Recolher
Kubonza Aspersão
Kubuka Abanar
Kubunjika Dobrar
Kúdia (PL.:Makúdia) Comida – Comer
Kudisuitisa Preparar para enfrentar um mal
Kudisuka Aborrecer-se
Kuebi? Onde?
Kueda Passo
Kuenda Andar
Kuenda atuadi Acompanhar
Kuendela (oku ntu) Adiantar (fazer Nkenda antes dos mais antigos)
Kufirimika Colocar de barriga para baixo
Kúfua Morte
Kufukama Ajoelhar
Kufumala Defumação
Kufuta Pagar
Kuhinga-Nzambi Promessa, Jura
Kuhoka Círculo
Kuíba Maldade
Kuika Deitar fora (da camarinha)
Kuikila Acreditar
Kuixana Chamar
Kujika Fechar
Kujikula Abrir
Kujinga Dia dos cortes
Kukanda Cavar
Kukasa Sabor azedo
Kukaxi Dentro, No interior
Kukeka Brado agudo e prolongado
Kúkia Sol nascente
Kuku Vovô, Vovó
Kukuta Amarrar
Kulembele Sol poente
Kulendukilaku Humilde
Kulendula Amolecer
Kulu (PL.:Malu)
Kuluka Agachar-se
Kumuíka Iluminar – Acender velas ou tochas
Kunana Puxar
Kunda (Kikongo) Assentamento
Kundúla Confirmação
Kungunguma Brado cavo e profundo
Kunhana Roubo – Roubar
Kunoka Chuva – Chover
Kúnua Bebida
Kupamena Borrifar, Salpicar
Kupamenha (kupamenha uá Tatetu Hongolo) Espargir água
Kúria Oferenda de comida e bebida às almas
Kusaka Imolação
Kusama Carregar
Kusamanu Outono
Kusamba Celebrar
Kusata Oferecer sacrifício
Kusendela Acender
Kusoma Carregar
Kusota Procurar
Kusubula Não acabar, não terminar
Kusuka Descorar
Kusukama Pobreza
Kusukula Lavar
Kutala Olhar
Kutanu Primavera
Kutema Ferro
Kutena Poder
Kutonda Aplaudir
Kutondela Agradecer
Kutululuka Humildade
Kutuma Mandar
Kutunga Costura – Costurar
Kuvungunuka Alvorada – Alvorecer
Kuxí? Quanto (a – os -as)?
Kuxibaka Não cumprir
Kuxikama Assentamento
Kuxima Aperto
Kuxingila Invocar espíritos
Kuzaísa Advertência
Kuzakela Vestir (o Santo)
Kuzamba Pedir a bênção
Kuzámbula Profecia
Kuzangula Levantar
Kuzedíua Felicidade
Kuzeka Adormecer
Kuzola Amar
Kuzuika Amolar – Afiar
Kuzuka Moer, triturar, macerar
Lelu Hoje
Lembá oku-n-zola Amar uns aos outros
Liéji Luar (Energia da Lua)
Londama Procissão (Águas de Lembá – Almas)
Longa Aprender
Luazi Machado
Lubambu Corrente
Luenjí Lua cheia
Luinta Assobio
Lukaninu Despedida
Lukavú Cova, sepultura
Lukola Álcool
Luku Pirão
Lukuaku (PL.:Malukuaku ou Maku) Mão
Lukudá Algodão
Lumata Tomate
Lumba Coelho
Lumbi Inveja
Lumbonzo (PL.:Jimbonzo) Batata
Lumbu Muro
Lumbú uá ndokí Dia dedicado a Pambujila e Akulo (Oroxixé)
Lúmbua Salsa
Lumoxí Uma vez
Lumuenu Espelho
Lunda (Kikongo) Celebrar
Lundemba (PL.:Jindemba) Cabelo
Lunga Aro (idé)
Lunguba (PL.:Jinguba) Amendoim
Lunkiesa Agosto (mês da 8ª lua nova)
Lusambilu Altar – Gongá
Lusangelu Apresentação
Luseke Protetor dos caçadores
Lusempesu Sobremesa
Lutekamu Cruzeiro
Lutenselu Âncora (física – que se usa em magias)
Lutualu Acompanhamento
Luualu Cogumelo
Luvunu Falsidade
Mabulukutu Carvão de pedra, Carvão de coque, Hulha
Mafu Erva seca em pó
Maionga Banho de purificação
Majende Hortelã
Mají Azeite, Óleo
Makanha Erva Santa
Makanho Fumo
Makita Vento
Makóiu Bênção
Makú Mênstruo (estar de bajé)
Makutu Mentira
Malava Bebidas destiladas
Malunga (PL.:Dilunga) Argola
Mama Mãe
Mama múngua Madrinha
Mam’é! Ó minha Mãe!
Mandinga Preconceito
Marimba Música
Masuika Triângulo formado com pedras para se colocar a panela no fogo
Matarí Pedreira
Maza Água
Mazá – Zanu Ontem
Maza mabundi Sumo de ervas
Maza mburia Sumo de ervas especial
Mazadinaku Três dias antes
Mazanga (PL.:Dizanga) Pântano
Mbalalá (Kikongo) Cemitério
Mbalalé Cemitério
Mbamba Açoite
Mbambu Veneno
Mbandu Arco para flechas
Mbangu
Mbanjí Arma
Mbanze Amuleto
Mbejí Lua
Mbemba Ave
Mbenda Pancada
Mbiji Peixe
Mbimbi Vibração
Mbinga Chifres
Mbolê Mato(a)
Mbolo Pão
Mbombe Cinzas quentes
Mbonzo Tristeza
Mbório Pardal
Mbote Tudo que representa o bem, bom, amor, etc.
Mbote-etadí Imã (pedra do bem)
Mbuanana (PL.:Jimbuanana) Pulga
Mbuanza Confiança
Mbudi Carneiro, Ovelha
Mbuenga Algibeira (Caboclo)
Mbúia Prado
Mbuke Orvalho
Mbulu Paca
Mbundi Porteira, Portal, Portão
Mbundu Lamento, Pranto, Choro
Mbungula Espírito das trevas
Mbunze Anil
Mbunzu (PL.:Mibunzu) Sabão
Menga Sangue
Menha Energia da água
Mete Saliva
Miijí Grupo de pessoas da mesma origem
Mikasi hixaxi Contra-eguns
Misongo Espinhos do Dendê
Mitendu Coro – conjunto de vozes com energia
Mombe Alva (Clara – Branca)
Mona (muana) (PL.:Ana) Filho(a)
Mon’a ngulu Leitão
Mon’amúngua (Mona amúngua) Afilhado
Mon’a’xi Filho(a) da Terra
Móngua Sal
Monhi Poderoso
Mpaíka Saída
Mpambu Encruzilhada
Mpembe Amarelo
Mpumpa Solteirona
Mu ukulu Antigamente
Muadiakimi Adulto
Muanda (PL.:Ianda – Kikongo) Espírito
Muanha Sol
Mubangí Combatente, valente
Mubika Escravo
Múdia (PL.:Mídia) Tripa
Muebu Sobrinho(a)
Muende (PL.:Miende) Sardinha
Muene Ele – Pron. pessoal absoluto
Muenge Cana
Muenhu Existência, Vida
Mugingi (Mugingi uá Unvuama = Talo de Mamona) Talo
Muhatu Mulher, feminino
Muiii (PL.:Eiii) Ladrão
Muilo Luz do Sol (Energia do Sol)
Muimbu Canto (música vocal)
Muisu Pilão
Mujibi Assassino
Mujinha (PL.:Mijinha) Algodoeiro
Mukaji Esposa
Mukamba-kamba Amora
Mukanda Carta
Mukangalú Travessa
Mukata Amarrado de folhas para sacudimento
Mukekete Macieira brava
Mukenge Raposa
Muki Energia
Mukila Rabo, Cauda
Mukita-sukú Energia da Noite (oculto)
Mukoko Coqueiro
Mukokolo Alcaparra
Mukolo Amarra – Corda
Mukonda Porque
Mukongo Caçador
Mukuanhi (PL.:Akuanhi) Quem? Quais?
Mukulu Vidente
Mukuluja Vala
Mukunjí Anjo
Mulambi Cozinheiro (a)
Mulaula Neto
Mulembu (PL.:Milembu) Dedo
Mulenge Vento
Mulhenge Touca, Turbante (feminino)
Muloji Feiticeiro (a)
Mulolo Mamoeiro
Muloloki Perdão
Mulonga Ofensa
Muluangu (PL.:Maluangu) Ferreiro
Mululu Bisneto
Mulume Marido
Mulundilu Zelador
Mulundu Montanha, monte, morro
Mumbundu Preto
Mumu Aqui
Mumzumbí Chuva miúda
Mundele Branco
Mungu Amanhã
Munha Espinho
Munhako Humildade
Muongo Coluna (corpo físico)
Mupémbia Malva
Mupueta Âncora
Musakidí Bruxo(a)
Musalu Peneira
Musumu Presságio
Musungu Albino (são todos filhos de Tatetu Lembá)
Mutakalomba Caça (animal de)
Mutakanga Oliveira
Mutombe Batedor, guia, condutor de caça, seguidor de pista
Mutombo Bagre(peixe) frito no dendê
Mutomo Primeiros sinais de um trabalho
Mutona Atum
Mutonde Agradecido
Mutoto Argila
Mutu (PL.:Atu) Pessoa
Mutudi Viúva
Mutuê Cabeça
Muvunge Protetor
Muxi (PL.: Mixi) Pau, Árvore, Madeira
Muxikí Músico
Múxikongo Quem sai da Terra de Kongo
Muxima Coração (Voz interior)
Muxinga Chicote – Açoite
Muxingibi Invocador de espíritos
Muxitu Mata
Muzambu Adivinhação
Muzangala Moço
Muzeze Acácia
Muzondo (PL.:Mizondo) Uva
Muzuze Assador
Ndâlu Saia
Ndamba Creme usado para untar “katula”
Ndandu Abraço, Parente
Ndembu Perfume, Aroma, Essência
Ndende Azeite de Palma
Ndenge Menor, mais novo, pequeno
Ndiba Massa
Ndojí Sonho
Ndose Vulto
Nduku Caverna
Ndumbe Aprendiz
Ndumbú Prostituta
Ndumuka Salto – Pulo
Ndungu Pimenta
Nfinda Floresta
Nfite Formiga
Nfunfu
Ngala Alegria, Roupa de festa
Ngamba Enviado Divino
Ngana Senhor – Deus, Nkisi e seres especiais
Nganga Santo, Divino
Ngangu Conhecimento, saber, sabedoria
Nganhu Êxito
Ngela Poente
Ngelelu Condimento
Ngi Eu – Pron. pessoal prefixo
Ngijí Rio
Ngó Só – Somente
Ngolela Oferenda
Ngolo Energia
Ngolu Zebra
Ngombe Touro, vaca
Ngombo Boiadeiro, vaqueiro
Ngonga Águia
Ngonge Aviso
Ngote Tronqueira
Nguadi Perdiz
Nguba Amêndoa – Abrigo
Ngulu Porco, Porca
Ngumbe Codorniz
Ngunji Pilar
Ngunza Ajudante
Nguzu Força
Nhiki Abelha
Nhoka Cobra
Ni E, com
Niáxa Bicho, animal
Njende Verme
Njila Rua, Abertura, Passagem
Njimba Moela
Njinda Cólera
Njungu Louro
Nkadi-o-Mpemba Espirito do Mau
Nkangí Sábio
Nkanjí Ânsia, Anseio, Vontade
Nkelê Fio de contas de proteção ao iniciado
Nkelekelo Preceitos
Nkelu Altivo
Nkembu ndongo Palmas ritualísticas
Nkenda Caminho interior (para dentro de si mesmo)
Nkenda (kikongo) Amor
Nkinzi Festa do Santo
Nkisi (PL.:Mikisi) Energia Divina
Nkitu Esterilidade
Nkixí Ídolo – Representação Espiritual de Animais ou Elementais
Nkoba Adivinhação
Nkobi Ídolo – Ser protetor e cobrador das promessas e acordos
Nkoko Poça de água estagnada
Nkongo Pescoceira – (Kelê)
Nkongo (kikongo) Caçador
Nkonka Vaso de barro com a boca larga
Nkonko Prego – Cajado
Nkuikidí Místico, devoto
Nkuikini Crente
Nkumba Umbigo
Nkumba hixaxi Umbigueira
Nkundi Mensageiro, carteiro
Nkusu Papagaio
Nkutu Saco – Saca
Nlele Roupa, vestimenta
Nlenge Ar
Nlengu Andorinha
Nloloke Absolvição
Nloloki Absolvidor
Nlongi Professor
Nlukumuni Procriação
Nlulu Funcho
Nlumba Lebre
Nlundi Guardião
Nsaba Ervas medicinais
Nsambu Ritual
Nsanga Guia de miçangas
Nsasala Planta mágica
Nsengi Lagarto
Nsongu Angústia
Nsuka Mau êxito
Nsuluki Anil
Nsunda Ser de grande poder
Nsunga Aroma
Ntadí Moeda
Ntadidí Auxiliar
Ntambi Óbito – Falecimento
Ntomo Sabor
Ntonta Experiência
Ntubudí Ventarola
Ntumua Enviado
Nu Vós – Pron. pessoal prefixo
Nvatilú Tridente, garfo
Nvu (PL.:Manvu) Ano
Nvungu Abutre
Nxí Ervas litúrgicas
Nxima Acordo – Trato
Nzabala Aura
Nzakí Cedo
Nzala Fome
Nzamba Elefante
Nzambi Deus
Nzambi ikale ni enhe! Expressão de despedida – Que Deus lhe acompanhe!
Nzambudi Profeta
Nzenjí Açúcar
Nzo (Kikongo) Casa
Nzojí (Kikongo) Sonho
Nzola Afeição
Nzo-lambi Cozinha
Nzombo Verdade
Nzumbi Espírito – Alma
Nzunu Nariz
O A (artigo)
Oberó Alguidar de barro
Ojá Pano usado no Peito amarrado no ombro (homens)
Oko Aí, nesse lugar
Ongolola (Bongolola) Recolhimento
Paku Arruda
Pala Para
Pokó (PL.:Jipokó) Faca
Riéji Lua
Samakaka Pano usado na cintura
Sambilê (também Sambilú) Capela, local de preces
Sambulua Consagrar
Sanjí Galinha
Sanzá Cesto de vime
Sanzumuna Sacudimento
Sekají Tia
Soba Senhor – patrão, chefe, autoridades, etc.
Sosa Lança
Suekí Dia de luz
Sukú ia kalunga Morte – ao pé da letra = escuridão do cemitério
Takula Dandá da Costa
Tanáku! Expressão de recepção com alegria
Tangu Ramo
Tata Pai
Tata-múngua Padrinho
Tat’é! Ó meu Pai!
Tavula Papa – Mingau
Temba Tudo que representa o mal
Tíia – Tuia (Kikongo) Pólvora
Tongama Limpeza da casa no último dia do ritual de óbito (oitavo dia)
Tu Nós – Pron. pessoal prefixo
Tukú Pena colorida de ave
U Tu, Ele – Pron. pessoal prefixo
De, Do, Da
Uakidi VERDADEIRO
Ualua Cerveja
Uanda Primeiro dia do ano
Uanda Rede
Uembu Concórdia
Uemita Grávida
Uhaxi Doença
Uhaxi Moléstia, Doença
Uikí Mel
Uísu Verdura
Ujitu Presente
Ukalunga Praia
Ukamba Amizade
Ukexilú Dons para-normais
Ukindi Honra
Ukundu Erva Leiteira
Ulokelu Modo de fazer ou preparar um feitiço
Ulumba Mocidade feminina
Ulungu Canoa
Umbanda Magia – Cura – Medicina
Umone Vidência
Unana Alpiste
Undandu Parentesco
Undingi Vaso para água, Porrão
Undu Óleo consagrado
Unhoxi Vespa
Unkólua Alcoolismo
Unkulu Avô, Avó
Unlodí (Kikongo) Tridente, garfo
Unvuama Mamona
Unvunji Ingenuidade
Unzambi Divindade
Uoma Medo
Uondeka Por de molho
Usuku (PL.:Mausuku) Noite
Uta Espingarda
Utuma Argila
Uzangala Mocidade masculina
Valanganza Caveira
Valumuna Corte de cabelo
Viangongo Fogo
Visi (PL.:Ivisi) Osso
Xala! Adeus!
Xal’é! Adeus!
Xilivisu Trabalho
Xilú Patuá
Xima Abrir buraco
Xima kiambe Pote do bom poder
Xingu Pescoço
Xitu Carne
Xorô Ritualística (que se usa no ritual – como fazer o ritual)
Yangi Pedra porosa pertencente a Pambujila
Zalata Alface
Zanu – Mazá Ontem
Zoama Apiedar-se
Zolela Agradar
Kwanyama: Etnia do sul de Angola, na província de Cunene.
Nyaneka: Etnia do sudeste de Angola, ao longo do rio Cunene.
Umbundo: Língua bantu, do sul de Angola.
Kianda, Kituta ou Kiximbi: são “espíritos das águas” e uma das entidades reguladoras do mar, dos lagos, dos rios, dos peixes, das marés e da pesca. Estão ligadas ainda à fecundidade feminina e às crianças, sendo a elas atribuído o nascimento de gêmeos. Apresentam-se envoltas por um clarão e redemoinhos de águas ou de ar.
Suku-Nzambi: Deus supremo da natureza que, depois de haver criado a terra, o sol e a água, criou a mulher, utilizando terra. Deu forma ao homem, utilizando o fogo como matéria-prima. Após modelá-los, colocou-os à sombra da mulemba, árvore que representa o poder divino, e espargiu-lhes água. A esse casal primordial deu o nome de Samba e Maweze.
Ulungu: Leme do barco.
Nzumbi: Alma, espírito.
Dimi Tchokwé (Língua Tchokué) Português
Abunho* Muito
Aha aqui
Ana criança
Sim
Batula cortar
Bilô * escritório
Bitacaia carraça
Boi-a-cuco ** criado de recados
Cabaço virgindade, os três vinténs
Caca avô
Capita guarda, policia
Caquece Pequeno
Caqueno Avó
Chipema (pema) Bem
Chingi Muito, mais que(??)
Chuma coisa
Dem-dem Fruto de palmeira
Dumba, ndumba Leão
Dundo Bola
Eua’ obrigado
Falanga ** Dinheiro
Falanga Kake’ Pouco dinheiro
Falanga jinqué quanto custa
Gindungo Piri-piri
Gonga sirene ( falcao africano)
Gungungo força, estás com força
Hindji   / handji muito / muitos
Hi:na pano, peça de vestuário
Iame eu, meu, mim
Ika Que e’?
Ka’ nao
Kambu cabelos
kake’ Pouco
Kamanga diamantes
Kambuta pequeno
Ka-mukanda (tumikanda) Pequeno livro (pequenos livros)
Kanhangulo (ka-kangula) espingarda artesanal
Katana Espada, faca
Katapi ginguba
Kateco dança
Katuka Vai-te embora
Kawashi, nikawashi depressa
Kaxico não há desapareceu
Kinga , kandanda Bicicleta
Kissange,chisangi, cisanji instrumento musical com varetas metalicas
Koi-Koi Velho
Kuno * aqui
Ku sakwila obrigado,
Kutala Olhar , observar
Kutanguila   * Curioso, o que dá fé de tudo
Kwata, ku kwata apanha, agarra
Lamba Tareia, porrada, conflito, problema
Liji (maliji) Palavra (palavras)
Lilu (malilu) Céu, paraiso (paraisos)
Lukambu cabelo
Lunga Homem
Lupango Quintal, terreiro
Lwano (ngano) Pegada (pegadas)
Macosso centopeia/lagarta
Macove ** Couve
Mafuta (ma- futa) Forte, gordo ( futa=pirao)
Makanya, macanha tabaco
Malufo vinho
Malunga Homens
Mama mãe
Mangonha preguiça
Mapó,mapwo Mulheres
Mataco traseiro
Matu tio
Matumbo estúpido, burro
Matshishi (Maxixe ) * hortaliça, couve
Meia ,meya Água
Mexôxo prepúcio
Mikanda Cartas,livros
Milongo remédio
Moio adeus
Moio ué viva, estás bom
Mokomoko De qualquer maneira
Mona, mwana Filho, menino
Mwana-lunga Rapaz, filho
Mwana-pwó Rapariga
Muata, mwata patrão, senhor
Muica Um, uma
Mukanda Bilhete; ritual de circuncisão masculina
Mukweze jovem
Mukweze-wa-lunga Jovem homem
Mukweze-wa-pwo Jovem mulher
Mulonga(milonga) Crime, crimes
Mulongo fila
Munene grande, importante
Muquixe mascarado
Murimbo (mulimo) Trabalho
Mussoko * casa
Mutondo pau
Mutopa Cabaça para fumar
Mutu (atu) Pessoa (pessoas)
Mutwe (mitwe) Cabeça (cabeças)
Ngangabuka * (kangabuca) doutor
Ngulo, gulo porco
Nzambi Deus supremo da Mitologia
Pó, pwo Mulher, fêmea
Poko Faca
Poto-poto Lama, problema
Puto Portugal, metrópole
Sena mulongo fazer fila, alinhar
Soba Chefe
Tata pai
Tata-weno Sogro, genro
Tata-pwo Tia sogra
Tshifulo chapéu
Tshanana * (mokomoko) sem valor, que não presta
Tshihunda aldeia
Tshilulo * Pano, trapo, vestido
Thoji passaros, aves da familia das Otilidae
Tuje merda
Tweia kuno Vem cá
Uafa Morte, morreu
Vula Chuva
Vula kaneza Vem chuva
Xilumbo (ci-lumbo) Confusão, problema
Xitupa caderneta
Zala Fome
Zungo Silêncio, cala-te
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
VOTE NA ENQUETE
Você acredita em Vida após a morte?
Sim acredito...
Não acredito ...
Ou a vida acaba na morte.
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (2218 votos)



ONLINE
4