Umbanda-candomblé

POR QUE OS ESPÍRITOS FUMAM E BEBEM EM TERREIROS?

POR QUE OS ESPÍRITOS FUMAM E BEBEM EM TERREIROS?

"Umbanda tem fundamento, é preciso preparar"

 

a 

 

 

POR QUE OS ESPÍRITOS FUMAM E BEBEM EM TERREIROS? ISSO É COISA DE SERES ATRASADOS?

 

Texto de Pai Géro

 

Ola a todos, estamos aqui mais uma vez com nosso CONHECENDO A UMBANDA, onde nossa maior intenção é ensinar nossos  ritos com seus fundamentos sagrados pautados no bom senso, criando assim uma consciência religiosa. Mais uma vez agradecemos todo incentivo que nos esta sendo dado.

 

Hoje falaremos de um tema muito criticado por algumas vertentes religiosas que criticam o uso do fumo e da bebida dentro dos cultos umbandistas chegando ao ponto de julgarem os guias que se utilizam os mesmos como "obsessores e atrasados" alegando que estão ainda presos aos laços da matéria. Para esclarecer estas colocações precisamos deixar claro alguns pontos de vista.

 

Quando simplesmente acendemos um cigarro, charuto ou cachimbo pelo simples prazer de fumar, estamos entrando no lado profano destes elementos, ou seja, estamos alimentando um vicio que nos faz bem e dentre muitos casos já constatados não somente na umbanda, muitos seres "vampirizados" se utilizam destes elementos para ainda fora do corpo alimentarem os seus vícios que contraíram quando ainda encarnados, temos uma sugestão de leitura nos livros de ANDRÉ LUIZ psicografado por CHICO XAVIER  e do LIVRO DOS ESPÍRITOS codificado por ALLAN KARDEC que nos esclarecem bem e com muitos detalhes este assunto.

 

Na umbanda quando um guia pede, por exemplo, um charuto, antes de acendê-lo ele o "consagra", ou seja, lhe da um endereço energético despertando no mesmo 03 fatores importantes: A ERVA, O FOGO E O ASSOPRO.

 

A ERVA: Quando despertada em seu lado sagrado todos os elementos vegetais que compõem o fumo tem seu lado purificador e curador ativados, sendo bloqueado pelo guia que esta se utilizando do fumo os elemento nocivos que prejudicam o organismo.

 

O FOGO: A cinza do fumo se torna nas mãos do guia um excelente elemento consumidor de miasmas negativos que limpam o campo áurico de quem esta sendo atendido pelo mesmo, incluindo chacras e corpo físico.

 

O ASSOPRO: Guia não fuma, ele "pita", ou seja, a fumaça não chega a garganta do médium, mas sim, fica somente dentro de sua boca para que através do ectoplasma do médium ele possa formar o campo que vai retirar do local onde assopra as cargas negativas.

 

Toda esta prática é simples de se compreender quando o médium volta e não sente se quer o gosto do fumo em sua boca e não vicia, ou seja, não sente após o trabalho de atendimento a vontade de fumar charutos, cigarros ou cachimbos.

 

Quando nos referimos a bebidas alcoólicas a prática é a mesma, porém funciona de maneira diferente.

 

Se tomarmos o ponto de vista somente pelo fato de que uma garrafa de cachaça induz o individuo ao vicio estamos olhando pelo lado profano e não saudável.

A água ardente é nada mais, nada menos que um elemento vegetal, pois a cana de açúcar tem ligação com o solo e com a natureza em si e em muitos casos nas mãos de um guia de lei é muito usada para reter cargas extremamente negativas que já se encontram somatizadas nos campos de força do assistido.

Ai entra a questão do bom senso:

 

UM GUIA NÃO PRECISA TOMAR UMA GARRAFA DE PINGA PARA MOSTRAR SUA FORÇA E NEM PARA CONVENCER OS PRESENTES QUE ELE REALMENTE ESTA ALI, NA MAIORIA DAS VEZES ESTAS PRÁTICAS ESTÃO LIGADAS A SERES DESEQUILIBRADOS E MÉDIUNS INVIGILANTES QUE ACABAM SERVINDO DE "CANUDO HUMANO" PARA SATISFAZER A "SEDE" DOS PRESENTES.

Geralmente os guias se utilizam apenas dois dedos da bebida onde não a consomem, mas sim, a imantam com sua força despertando na mesma sua capacidade e força liquida vegetal absorvedora permitindo assim que possam trabalhar com a mesma sem se quer "degustar" seu paladar.

 

O desregramento e desequilíbrio de alguns médiuns fazem com que tais práticas não ligadas a umbanda se tornem um prato cheio para aqueles que vivem a procurar erros dentro de nossa religião para nos criticarem e o fazem com um motivo justo, pois o erro parte de dentro de casas onde o estudo mediúnico não é valorizado gerando tais exageros por parte de médiuns despreparados e que muitas vezes ai sim alimentam também o seu próprio vicio caso este que não existe se quer o transe mediúnico.

 

Como podem ver meus irmãos e irmãs bebida e fumo se utilizados dentro dos fundamentos sagrados da Umbanda não fazem o mal, nem nos ligam a seres atrasados.

 

Que Olorum nos cubra de bênçãos e que possamos sempre praticar nosso ritos dentro do bem senso e acima de tudo estudarmos mais nossa tão amada Umbanda.

 

Com meu abraço fraternal a todos

 

Pai Géro

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
VOTE NA ENQUETE
Você acredita em Vida após a morte?
Sim acredito...
Não acredito ...
Ou a vida acaba na morte.
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (2210 votos)



ONLINE
2